Ação planta mudas em parque na zona leste contra violência à LGBT’s

Ação planta mudas em parque na zona leste contra violência à LGBT’s

Ato plantou 100 árvores nativas no Parque Vila do Rodeio. Mudas representam vidas interrompidas por crimes de intolerância.

O Parque Vila do Rodeio, na Zona Leste da capital, recebeu no domingo, 11 de junho, uma homenagem às vítimas de crimes de intolerância contra a população LGBT. No Mês do Orgulho LGBT, a área de lazer ganhou 100 novas árvores nativas pelo projeto Em Memória, uma parceria entre a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, a empresa Ultrafarma e a Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOGLBT).

O plantio das mudas foi escolhido como homenagem às vidas precocemente interrompidas por crimes de ódio. A abertura do evento contou com a presença da cantora Suellen Luz e de Flavia Carvalhais, além do secretário do Verde e Meio Ambiente, Gilberto Natalini.

O ato aconteceu no mesmo dia em que diversas cidades do mundo receberam atividades do Movimento LGBT, organizadas pela InterPride, organização Internacional que agrega as organizações de Paradas do Orgulho LGBT no mundo.

De acordo com pesquisa do Grupo Gay da Bahia (GGB) e da Associação de Defesa dos Direitos Humanos dos Homossexuais no Brasil, o País lidera o ranking mundial de mortes de pessoas LGBT, com cerca de 1,6 mil vítimas nos últimos quatro anos e meio.  O mesmo estudo aponta ainda que gays e transgêneros são assassinados quase todos os dias no Brasil.

A ação integra também o programa Cidade Verde, uma parceria da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente com a iniciativa privada para plantar 150 mil mudas em diversos parques urbanos e naturais, praças, ruas e clubes até o fim do ano.

Reportagem: Da redação Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário