Audiência Devolutiva do Plano de Metas é realizada na Penha

Audiência Devolutiva do Plano de Metas é realizada na Penha

O plano regionalizado, contendo as metas para a Penha, foi detalhadamente apresentado ao público presente.

Como previsto pela Secretaria de Gestão, a Regional Penha realizou em 2 de agoto, a Audiência Devolutiva do Programa de Metas 2017-2020. Na ocasião, foi apresentada ao público a síntese do documento final que contempla a regionalização das ações, baseadas nas sugestões recebidas na etapa consultiva, que, na Penha, aconteceu em abril, no Teatro Flávio Império.

Nesse processo, foram enviadas 971 sugestões de melhorias para a região. A mesa de trabalho foi composta pelo Prefeito Regional Jurandir Junqueira Junior; pelo Secretário Adjunto da Secretaria de Habitação, Gilmar Souza Santos; pelo representante da Secretaria da Fazenda, Tacio Piacentini (Barba) e pelo Chefe de Gabinete da Regional Flávio Sol.

Após a sistematização de todas as propostas apresentadas, a versão final foi dividida em cinco Eixos, 53 Metas, 71 Projetos Estratégicos, 487 Linhas de Ação e 344 Intervenções Urbanas. Os eixos são: Desenvolvimento Econômico e Gestão; Social; Humano; Urbano e Meio Ambiente; e Institucional.

A Meta 1, ligada ao Desenvolvimento Social,  prevê o aumento da cobertura da Atenção Básica à Saúde para 70% na cidade de São Paulo. Para tanto, está ligada a três Projetos Sociais: o Amplia Saúde, o Viver Mais e Melhor e o Vida Urgente.

Com o objetivo de constituir as Redes de Atenção à Saúde (RAS) na cidade, prevê-se, na linha de ação 1.9, do Projeto Amplia Saúde, a entrega de 14 novas Unidades Básicas de Saúde (UBS) no município. Dessas, duas deverão ser construídas na região. Já na linha de ação 2.10, dentro do Projeto Viver Mais e Melhor, que prevê a implantação de cinco Centros Especializados de Reabilitação (CER), um aparece também mapeado na Penha.

O Plano de Metas Regionalizado da Penha foi detalhadamente apresentado ao público presente que, mais uma vez, teve a oportunidade de se manifestar oralmente e por escrito. As novas propostas foram entregues e os documentos dos Conselhos devidamente protocolados.

Em seguida, os munícipes conheceram as propostas para a Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2018; e o Plano Plurianual de 2018 a 2021.

Em toda a cidade, os temas que mais receberam contribuições foram pela ordem: Cultura (3.663), Mobilidade e Transportes (3.227), Prefeituras Regionais (2.847) e Verde e Meio Ambiente (2.687).

A versão final do Plano de Metas da Cidade de São Paulo 2017-2020 está disponível nos endereços: http://planejasampa.prefeitura.sp.gov.br ; http://dados.prefeitura.sp.gov.br

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário