Escola no Carrão integra Projeto de Educação Ambiental

Escola no Carrão integra Projeto de Educação Ambiental

Cades realiza workshop na Vila Formosa sobre córregos da região

Alunos da Escola Santa Marina realizam coleta e análise da água do córrego Rapadura.

Os alunos da Escola Santa Marina, desde setembro de 2016, participam do projeto de educação ambiental “Córregos do Aricanduva”, no qual estudam as águas do córrego Rapadura em parceria com o Conselho de Meio Ambiente (CADES) da Prefeitura Regional Aricanduva, sob a supervisão do Biólogo Fellipe Moutinho.

O córrego Rapadura, localizado principalmente na Rua do Zodíaco (Distrito Carrão), possui 2,7 km de extensão e tem representado grande problema aos moradores da região devido ao constante mau cheiro e a proliferação de ratos e insetos, inclusive mosquitos transmissores de doenças como a dengue e chikungunya. Sob o ponto de vista dos moradores, o problema é antigo e persistente.

Durante os oito meses de coleta e análise da água do córrego, os alunos observaram a presença de amônia, nitrito, nitrato e outras substâncias. As elevadas concentrações de amônia (média de 10 mg/L) representam que a poluição das águas é recente e contínua.

O grupo também construiu um pluviômetro e está quantificando e qualificando a chuva que precipita sobre o córrego, nos quais observaram que a água possui um caráter ácido (pH = 4,5). Em conjunto, o grupo orientado pelos professores Igor Passos e Marilena Luciano pesquisam soluções e ideias para a diminuição dos problemas referentes ao córrego.

De acordo com a aluna Pietra Marinelli, do 2º ano do Ensino Médio: “Que os córregos da região são poluídos todos sabemos, mas com o projeto pude perceber que a situação é bem mais complicada do que imaginava. É de extrema importância falarmos sobre isso e nos envolvermos com a causa”.

Para a aluna Thais Melo, também do 2º ano, “O projeto é uma forma de aplicar os conhecimentos adquiridos nas aulas de biologia de forma prática e educativa, além de trazer a oportunidade de ter uma noção melhor de como é o ambiente em que vivemos e frequentamos. Com as coletas no córrego, pude perceber o quanto pequenas ações como essas podem ser significativas, e que devemos nos envolver mais nas questões ambientais, principalmente quando são tão alarmantes e próximas a nós”.

“Córregos do Aricanduva”

O projeto “Córregos do Aricanduva” é considerado um incentivo à popularização da ciência e da responsabilidade social por meio da educação ambiental, que inter-relaciona a sociedade, a ciência e o poder público. O principal objetivo desse projeto é envolver estudantes na temática de recursos hídricos, colocando-os como agentes participativos e multiplicadores das questões ambientais.

Os alunos do Colégio Soter, Colégio Costa Aguiar, da Escola Santa Marina e do Colégio Formosa estudam a qualidade das águas dos córregos Ipiranguinha, Tapera, Rapadura e do rio Aricanduva, respectivamente, todos localizados nos distritos Aricanduva, Vila Formosa e Vila Carrão.

As análises serão realizadas mensalmente entre setembro de 2016 e agosto de 2017 e, ao final, um simpósio será realizado a fim de expor para a população local os resultados encontrados, abrindo uma discussão com todos os setores da sociedade.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário