Escola no Tatuapé recebe capacitação do Programa Criança Feliz

Escola no Tatuapé recebe capacitação do Programa Criança Feliz

Serão capacitados supervisores municipais que coordenarão os visitadores para o atendimento das famílias participantes do Programa.

O Programa Criança Feliz que atua para o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, iniciou no dia 7 de agosto a segunda turma de capacitação dos municípios paulistas que aderiram ao programa. Até o dia 11, serão capacitados 122 profissionais de 57 municípios, incluindo cidades da Região Metropolitana de São Paulo. A capacitação acontece das 8h30 às 17h30, na Etec Martin Luther King, localizada na rua Apucarana, 815 – Tatuapé. Na segunda-feira, 7, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, participou da abertura do evento.

O Programa Criança Feliz prevê visitas periódicas às casas das famílias para apoiar os pais no estímulo ao desenvolvimento infantil. Os beneficiários do Bolsa Família serão atendidos desde a gestação até os 3 anos. Para as crianças que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o atendimento será até os 6 anos.

Ao todo serão capacitados 47 coordenadores, 62 supervisores e 13 técnicos das Diretorias Regionais de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads) de Alta Paulista, Alta Sorocabana, Araraquara, Baixada Santista, Bauru, Campinas, Grande SP ABC, Grande SP Leste, Grande SP Norte, Grande SP Oeste, Itapeva, Mogiana, Piracicaba, São José do Rio Preto, Sorocaba, Vale do Paraíba e Vale do Ribeira.

O Programa é coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Social, e articula ações das políticas de Assistência Social, Saúde, Educação, Cultura, Direitos Humanos e Direitos das Crianças e dos Adolescentes, dentre outras, baseado no Marco Legal da Primeira Infância.

No Estado de São Paulo, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo (Seds) coordena o Programa por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento Social, com o apoio da Coordenadoria de Ação Social e da Escola de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (Edesp).

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, os conceitos e as metodologias aplicadas nas capacitações contribuem não só para qualificar a implementação do programa nos municípios, como também para a troca de conhecimento e atualização sobre um tema fundamental na assistência. “Trata-se de uma estratégia intersetorial envolvendo as três esferas do governo, promovendo o diálogo, o fortalecimento da gestão e investindo no potencial humano”, reforça Floriano.

A coordenadora do Programa no Estado, Lígia Pimenta reforça que a capacitação “É um momento estratégico ao possibilitar o fortalecimento das capacidades técnicas das equipes municipais para atuar no atendimento às famílias participantes do Programa”.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário