Estamos acelerando?

Estamos acelerando?

Recentemente o prefeito João Doria completou 6 meses frente a administração pública da cidade.

O Bom Dia São Paulo, programa da Rede Globo que vai ao ar todas as manhãs, fez um balanço de sua gestão até o momento.

Durante a reportagem, o prefeito participou com interações ao vivo respondendo as perguntas de Rodrigo Bocardi, âncora do telejornal.

Os questionamentos feitos pelo jornalista representam o anseio de muitos paulistanos.

Entre eles os semáforos sem funcionamento e com problemas de manutenção – lembrando que em promessa feita ao telejornal foi dito que seriam necessárias apenas 2 horas para deixar todos regularizados. O visto, na verdade, foram todos estes meses até então sem o problema resolvido.

Quanto aos buracos, também questionados pela reportagem, foi constatado que a gestão Haddad tapou cerca de 1000 buracos a mais que a gestão atual – estatística relacionada ao mesmo período do ano passado.

Doria se justificou dizendo que os índices não foram muito satisfatórios por conta da gestão ser nova e estar se acostumando com as demandas – o que naturalmente é diferente quando uma gestão já está embalada.

Ele também afirmou que está firme seguindo e trabalhando muito, em jornada intensa e mostrando-se pronto para reconhecer erros que também estão acontecendo.

Na opinião do prefeito a avaliação da gestão é positiva diante do cumprimento de 1/8 do seu mandato.

Quando questionado se o prefeito se sentia frustrado sobre não ter colocado algo em prática, o mesmo disse que o maior incômodo era o excesso de papel e burocracia, algo que em sua percepção deve urgentemente mudar para melhorar a vida do paulistano.

O trabalho de zeladoria foi o ponto chave da crítica do programa.

Zona leste, sul, norte e oeste. Foram muitas as ações de calçadas realizadas, porém, na maioria dos casos, não foram totalmente renovadas, apenas pequenos trechos.

Se pegarmos a região da Prefeitura Regional Aricanduva/Formosa/Carrão, ambiente em que o jornal e portal estão inseridos, a percepção é de que as praças e calçadas estão menos cuidadas.

Nas matérias deste periódico, onde há 18 anos acompanhamos a gestão pública na zona leste da cidade, freqüentemente mostramos as condições dos equipamentos públicos, praças e condições de vias. É notável, para o conselho editorial e muitas lideranças comunitárias, que os espaços estão com menos cuidados e com mais aspecto de abandono em relação a todas as gestões anteriores.

Alguns acertos precisam ser reconhecidos, é claro.

As filas de exames, por exemplo, foram reduzidas a zero através de um convênio inteligente com hospitais privados em horários de baixa adesão.

Doria elogiou a matéria feita pelo Bom Dia São Paulo e disse que em 6 meses não seria possível resolver todos os problemas da cidade.

Disso nós já sabíamos.

Toda promessa milagrosa de campanha é radicalmente mudada quando o eleito senta na cadeira e observa o quanto vai precisar mudar o discurso para acalmar os ânimos daqueles que achavam que tudo seria resolvido como num passe de mágica.

Projetos e programas estão sendo lançados. E isso toda gestão faz. Uns com mais e outros com menos marketing.

Só o tempo dirá o quanto estamos – e se realmente estamos – acelerando nesta gestão.

Antonio Gelfusa Junior é editor-responsável do SP Jornal.

1 Comentário

  1. O prefeito João Dória vem fazendo um esforço tremendo para cumprir suas promessas de campanha, é muito difícil encontrar uma cidade arrasada, com a grande maioria das obras que foram iniciadas e abandonadas, sem verbas para dar continuidade as que são prioritárias, com sua conclusão . Por improbidade administrativa da gestão anterior, em minha opinião, o ex prefeito Fernando Haddad e toda sua equipe de governo deveriam estar presos.