Final de ano e os fogos de artifício: como proteger os cães?

Final de ano e os fogos de artifício: como proteger os cães?

0 33279
Final de ano e os fogos de artifício: como proteger os cães?
Médica veterinária dá dicas para que o pet não sofra em festa como réveillon

O final de ano está chegando. Esse momento é de festa para alguns e de terror para outros, principalmente durante a comemoração do réveillon. O barulho estrondoso dos fogos deixa os cães com medo, estressados e assustados. Muitos se escondem, choram, latem, batem com as patas no chão e até mesmo urinam.

De acordo com a médica veterinária e diretora clínica do Grupo Vet Popular, Caroline Mouco Moretti, como a audição dos cães é bem mais sensível que dos humanos, eles sentem medo excessivo desse tipo de barulho por isso é importante dar segurança ao seu amiguinho. “Ao longo do dia acostume seu cão com o som. Ligue a televisão, rádio ou coloque um CD ou DVD para tocar. Outra dica é manter janelas e cortinas fechadas no dia da festa para isolar o som dos fogos de artifício. Além disso, fique de olho no seu animal de estimação e mantenha-se por perto dele, se possível.”, diz Caroline. “Se o seu cão tem medo, nunca o leve a um espetáculo de fogos de artifício.”, afirma.

Animais são influenciados pelo comportamento dos seus donos. Por isso, é imprescindível que mantenham tranquilidade na hora dos fogos, assim passará confiança para o seu cãozinho. “Não o obrigue a fazer nada que ele não queira, já que essa atitude pode acarretar em um aumento do medo e o cão pode se tornar um cão agressivo se sair de sua zona de conforto. Caso o seu pet queira se esconder, deixe.”, aconselha a especialista.

A médica veterinária reforça ainda que se o cachorro ficar com medo exagerado de fogos e até passar mal, o veterinário pode indicar um tranquilizante para que o cãozinho mantenha a calma nesses momentos.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário