Guaianazes abriga biblioteca feminista

Guaianazes abriga biblioteca feminista

Equipamento realiza rodas de conversa, debates e saraus.

A Biblioteca Cora Coralina, que fica em Guainazes, zona Leste da capital, é referência quando o assunto é feminismo. Além disso, se destaca como um dos poucos equipamentos públicos de relevância que não está situado no centro de São Paulo. É conhecida entre os frequentadores como Biblioteca Feminista, justamente pela infinidade de obras que tratam sobre o movimento feminista e o empoderamento das mulheres.

Além de reunir um acervo específico, o espaço oferece também eventos como rodas de conversa, debates, apresentações e saraus. Os livros, que ali estão disponíveis para empréstimos, falam sobre a figura da mulher, contam suas histórias e escancara os problemas e as desigualdades que enfrentam no Brasil. Por isso, qualquer pessoa que está construindo uma pesquisa sobre o tema, seja para a escola, para a faculdade ou profissionalmente, não pode concluir o trabalho sem antes passar por lá.

Acervo Geral

A Biblioteca Cora Coralina conta com um acervo de mais 47 mil exemplares constituído por livros de literatura e informação, revistas, atlas, multimídia, livros falados e audiolivros, entre outros formatos. Todo o acervo pode ser encontrado no catálogo online do Sistema Municipal de Bibliotecas. A maior parte das obras pode ser emprestada ao usuário matriculado na biblioteca.

Não há limite de idade para realizar a matrícula. Os interessados devem comparecer ao equipamento munidos com documento de identidade, comprovante de residência e, no caso de menores de 16 anos, Termo de Responsabilidade assinado por um dos pais ou responsável legal acompanhado do documento de identidade do mesmo.

A Biblioteca Cora Coralina fica na rua Otelo Augusto Ribeiro, 113 – Guaianases – São Paulo/SP. O telefone do espaço é 11 2557-8004. Está aberta de 2ª a 6ª feira das 9h às 18h, sábado das 9h às 16h e domingo das 10h às 14h.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário