Hospital de Vila Carrão continua abandonado

Hospital de Vila Carrão continua abandonado

Hospital de Vila Carrão continua abandonado
Problema foi tema de audiência entre vereador Ota e novo secretario de saúde

O Vereador Massataka Ota esteve no dia 27 de julho com o novo Secretário da Saúde, Edson Aparecido. A reunião teve como tema o Hospital de Vila Carrão, que está com as obras abandonadas e tinha previsão para entrega em 2015.

Aparecido é o quarto secretário que assume a pasta da saúde desde que as obras iniciaram. Segundo o vereador Ota, a deputada federal Keiko Ota destinou, por meio de emenda, mais de R$ 7 milhões para demolição e construção de um Centro de Referência para realização de exames e consultas dentro da área do Hospital.

Ainda assim, as obras estão paralisadas. O prédio destinado ao hospital está todo pichado, vidros quebrados e uma placa indicando que o local abrigará o novo órgão. De acordo com os moradores da região, outra placa que indicava a data de finalização da obra foi retirada após os munícipes realizarem reclamações sobre as paralisações dos trabalhos.

Entenda o caso

Em outubro de 2014, o então prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, esteve no bairro de Vila Carrão junto a populares e lideranças políticas para lançar o Complexo de Saúde da Rede Hora Certa, que será abrigado no lugar do antigo Hospital e Maternidade Vila Carrão, localizado na Avenida Conselheiro Carrão.

No entanto, após desapropriação de casas, além da compra de terrenos e sobrados ao redor do antigo prédio, as obras paralisaram.

A gestão Haddad alegou que o atraso se deu em função de problemas estruturais no edifício e porque as emendas, aprovadas pela deputada Keiko Ota, eram para uma nova construção, quando o correto seria para uma reforma.

Em Fevereiro de 2017, em visita ao bairro para participar de ação do Programa Cidade Linda, João Doria, na época, prefeito da cidade, se comprometeu a terminar as obras do Hospital de Vila Carrão.

Agora, com a renúncia de Doria ao cargo para disputar o governo do Estado, Bruno Covas reafirmou o compromisso de entregar o hospital, mas sem citar prazos.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Comentários