“Já existem convites para 2017”, diz Blota

“Já existem convites para 2017”, diz Blota

Estrela de novela do SBT fala sobre os projetos futuros.

O ator da novela “Carinha de Anjo” do SBT, Blota Filho, concede entrevista sobre a sua carreira e futuro. Veja entrevista completa:

Como começou sua carreira no meio artístico? Acredita que teve muita influência da sua família?
Comecei como figurante nas novelas da TV Bandeirantes em 1980 e profissionalmente atuo há 25 anos, desde 1990. Costumo dizer que 70% é genético já que sou filho de uma radioatriz da Rádio Nacional do Rio de Janeiro e venho de uma família que sempre atuou na televisão em outras áreas. Junte a isso 15% de persistência e outros 15% de sorte.

Em 1980 você já estava fazendo figuração para algumas novelas. Como foi essa trajetória de figurante para papéis maiores (teatro, cinema e tv)?
Só me profissionalizei aos 30 anos de idade, na década de 90. Comecei com desfiles de moda, fotos e teatro amador. Fazia muitos testes para comerciais de televisão, mas não passava justamente por não ter o registro profissional que todo ator e atriz precisa, o DRT. Quando consegui o meu, comecei atuando em comerciais. Lembro-me que um dia a atriz Suzy Rêgo, com quem tinha dividido palco na peça “O Diário de um Mago” soube dos testes para a novela Pérola Negra, em 1994, e me trouxe o texto do meu teste. Fiz e passei. A partir disso entrei no sobe e desce da carreira de ator.

Qual foi o papel na TV, cinema e teatro que mais gostou de fazer e porquê?
Nossa todos os que fiz foram de amar. Digo sempre que o próximo é o que o mais gosto. Cada um ao seu modo me ajudou seja pelo projeto ou pelo momento de vida que passava na época. Amo o Zacarias, o primeiro vilão pelo SBT. O Camilo de Sandy e Junior pela Globo me lançou para o Brasil. O Dr. Jardim do musical Nuvem de Lágrimas me ajudou a ter mais coragem na carreira já que cantar era uma coisa que ainda não dominava. O Julio no texto “De corpo presente’, de Mara Carvalho foi o melhor texto, em teatro, que já fiz. Todos esses “filhos” me carregaram no colo por algum motivo particular ou profissional.

Como está sendo sua experiência em fazer a nova novela do SBT “Carinha de Anjo”?
Delicioso. Contracenar com amigos que vi pela TV ou no palco, com gente nova, crianças, e ter uma colega de cena muito generosa e talentosa como a atriz Carol Loback, que interpreta a Franciely na novela, é um carinho enorme tudo junto.

Quais seus projetos para 2017?
Terminar a novela e começar alguma produção em teatro. Já existem convites, mas tudo suspenso por enquanto. Talvez no meio de 2017 a gente se esbarre pelos palcos com a volta do musical, mas tudo depende do patrocínio já que são mais de 100 pessoas envolvidas.

Reportagem: Rita Zuini. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário