Lixo acumulado incomoda moradores da Rua Caçaquera

Lixo acumulado incomoda moradores da Rua Caçaquera

Moradores reclamam de lixo acumulado na Rua Caçaquera
Segundo relatos, ocorrências são realizadas, mas não são tomadas providências

Moradores da Rua Caçaquera têm reclamado de um ponto viciado de descarte de lixo. Eles contam que sacos mal acondicionados são descartados fora do dia de coleta, espalhando sujeira pela via.

Apesar das constantes reclamações junto ao canal de solicitação de serviços da Prefeitura (156), o problema se agravou. “Mais de um ano que registro reclamações, inclusive para a Ouvidoria Geral da Prefeitura. No começo, o problema era localizado e o lixo era colocado por poucos vizinhos. Agora, jogam lixo também nas esquina da Rua Caçaquera com a Rua Visconde de Balsemão, e na Rua Visconde de Balsemão com a Rua Cromínia.”, relata Wladimir Karasek, morador da região.

Segundo os munícipes, a cada nova solicitação registrada, funcionários da ECOURB ligam para o reclamante com perguntas e desculpas que os contrangem. “Isto é uma forma de chantagem para não se repetir as reclamações.”, comenta Wladimir.

Karasek ainda conta que os protocolos de atendimento são finalizados, mas as solicitações não são atendidas. “Apesar de não resolverem, finalizaram em um dia 25 protocolos de solicitação de serviço”.

A equipe do SP Jornal procurou a Prefeitura Regional Aricanduva, responsável pela a zeladoria da área. Questionada sobre o porquê do fechamento dos protocolos sem a realização da solicitação e uma previsão para que o problema seja solucionado, a regional não se posicionou até a publicação dessa matéria.

Reportagem: Barbara Novaes. Foto: Divulgação.

1 Comentário

  1. Agradeço a publicação da matéria sobre o lixo descartado na r. Caçaquera e a falta de ação da atual gestão da Prefeitura por este jornal.
    Apesar disto, nada mudou.
    A última novidade foi que a Ouvidoria Geral finalizou o protocolo 20493973, aberto em 26/07/2017, sobre o mesmo assunto, sem possibilidade de reabertura (apesar de constar que pode ser reaberto), sem  solução do problema, sem proposta de apuração ou coisa que valha. 
    A Ouvidoria Geral tomou conhecimento da presente matéria por mim e por isso finalizou o protocolo.
    Observasse a inépcia da Ouvidoria que, depois de.meses, só agora pediu uma resposta para a a Prefeitura Regional: “Informamos que a AMLURB é o órgão responsável pela coleta de lixo e fiscalização, conforme preconiza o Decreto n. 46.950/06”
    Depois de dezenas de reclamações por mais de um ano e toda espécie de desculpas e artimanhas, observasse que a atual gestão não tem nenhum interesse de dar solução dos pequenos problemas dos munícipes.
    Se depois de tantas reclamações nada fizeram, imaginem como mal tratados são os problemas em geral das pessoas que não reclamam.
    A cidade está na mão de que espécie de administradores?
    Se a própria Ouvidoria Geral do município usa de subterfúgios e não toma providências, não há como esperar boa vontade e sinceridade por parte dos administradores da atual gestão municipal.