Pizza: do sul da Itália para a zona leste

Pizza: do sul da Itália para a zona leste

Tradicional prato da culinária italiana conquista brasileiros.

De muçarela, calabresa, frango com catupiry. Apreciada ao redor do mundo, a pizza agrada tantos paladares que ganhou um dia mundial em sua homenagem – 10 de julho.

Tradicional da culinária italiana, antes de se tornar famosa, era preparada para matar a fome dos pobres que moravam no sul do país.

Foi na mão do primeiro pizzaiolo da história, dom Raffaele Espósito, que o prato foi preparado à rainha Margherita, a quem ele homenageou, servindo uma pizza e recheando-a com ingredientes que representassem as cores da bandeira italiana, muçarela (amarelo), tomate (vermelho) e manjericão (verde).

Com a vinda dos imigrantes italianos para o Brasil, o prato desembarcou em São Paulo. Mas foi apenas na década de 50 que a pizza começou a ser disseminada pelo País e se tornou um elemento tradicional da cultura brasileira.

Expedito Miguel, proprietário da pizzaria La Famiglia’s, na Vila Carrão, conta que quando chegou à região em 83, a pizza ainda era um prato pouco popular. “A pizza era um prato caro, que só era feito em padaria e restaurante.”, relembra.

O que contribuiu para que o prato tenha sido agregado ao cardápio do brasileiro foi o custo-benefício. “É uma refeição rápida, muito saborosa e com ótimo custo.”, explica Rosa Lucente, gerente da pizzaria Senhor da Pizza, na Vila Formosa.

Hoje, de acordo com dados da Associação das Pizzarias Unidas, 1 milhão de pizzas são consumidas por dia apenas em São Paulo. Para conquistar os consumidores, sabor e qualidade fazem toda a diferença.

“Para fidelizar um cliente siga 3 passos: qualidade, ter um produto bom, uma massa bem feita; atendimento, o cliente tem que ser bem atendido; e rapidez, o cliente não quer chegar no meu estabelecimento e ficar esperando.”, revela Expedito.

Com o passar do tempo, houveram algumas modernizações. Pizzas enroladas, consumidas com luvas para evitar contato direto com as mãos. Pizzas doces e até com sorvete caíram no paladar do brasileiro, assim como outros sabores salgados, como é o caso da pizza de mortadela, oferecida pelo Senhor da Pizza.

O forno à lenha também foi substituído pelo forno a gás, como é o caso da cozinha da pizzaria La Famiglia’s. Mas, mesmo com a alteração, o prato permanece suculento e saboroso, além de obter um preparo mais rápido.

Apesar da modernização, a tradicionalidade é um fato considerado importante. Rosa ainda aponta a pizza de muçarela como a mais pedida no Senhor da Pizza, enquanto que Expedito é taxativo: “Invisto nos sabores tradicionais. Penso no cliente que já conquistei.”, finaliza.

Reportagem: Barbara Novaes Foto: Julio Gomes

Nenhum Comentário