Reciclagem na cidade quadruplica

Reciclagem na cidade quadruplica

Cidade atingiu índice de 6,56% de recicláveis em duas centrais.

A Prefeitura de São Paulo quadruplicou a porcentagem de reciclagem na cidade, que atingiu 6,56% dos resíduos produzidos na capital. O avanço aconteceu em três anos e meio com a instalação de duas centrais mecanizadas de triagem em 2014 e com o credenciamento de cooperativas de catadores, o que permitiu a implantação do serviço de coleta seletiva em todos os bairros da cidade.

No início de 2013, a cidade reciclava cerca de 1,74% das 12,5 mil toneladas de resíduos de coleta domiciliar produzidos diariamente.

“Temos o desafio até o final do ano de atingir 10% de reciclagem. Para isso, nós estamos divulgando um site da prefeitura, em que é possível verificar dia e horário da coleta seletiva. Temos capacidade instalada para superar a meta, precisamos agora de apoio da população”, afirmou Haddad, em visita à Central Mecanizada de Triagem Carolina Maria de Jesus.

O volume de resíduos coletados pelo programa de reciclagem de São Paulo cresceu 113% na comparação com 2012. Enquanto em 2012 o programa coletou 40.274 toneladas de resíduos entre janeiro a dezembro, o volume coletado em 2014 foi de 65.579 toneladas. Em 2015, esse número saltou para 86.110 toneladas de recicláveis.

A cidade de São Paulo produz, diariamente, cerca de 20 mil toneladas de resíduos, dos quais 12,5 mil toneladas são resíduos da coleta domiciliar. Deste montante, 35% são materiais recicláveis, como papel, plástico, vidro e metais. “Antes estes resíduos iam para os nossos rios, para terrenos baldios. Agora eles tem um destino, vão voltar para a indústria, para o mercado e para as casas como produtos novos. Isso é cuidar do meio ambiente”, disse o secretário Alberto Serra (Serviços).

Para incentivar a colaboração da população foi lançado o site SP Cidade Limpa. Na página é possível consultar todos os serviços disponíveis em cada rua, os dias da semana e os horários da coleta seletiva, do cata-bagulho e da coleta regular. Também é possível verificar a frequência da varrição e o endereço dos ecopontos e das cooperativas mais próximas.

Reportagem: Assessoria. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário