Responsabilidade nos gastos

Responsabilidade nos gastos

Estação Brooklin, inauguração atrasada com problemas nos gastos

Há poucos dias o governo do Estado inaugurou três novas estações do metrô em São Paulo. Localizadas na Linha 5 – Lilás, as paradas Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin foram entregues depois do prazo previsto sobretudo pelo envolvimento das grandes empreiteiras, responsáveis pelas obras, na Operação Lava Jato e suas fontes de financiamento foram comprometidas.

Mas não é só. O Brasil amarga anos difíceis nos pontos de vista político e econômico. Para não comprometer o orçamento de uma cidade, de um estado ou de um país, uma das alternativas em períodos de recessão é ‘frear’ investimentos em obras públicas. Tal decisão é acertada pois evita colapsos como o visto no Rio de Janeiro, onde servidores públicos ficaram meses sem receber salário e o 13º precisou ser parcelado.

Frequentemente também me deparo com críticas aos cortes e congelamentos do gastos feitos pelo prefeito João Doria. Um comportamento comum nos primeiros meses de uma administração municipal nova é o prefeito creditar a seu antecessor uma ‘herança maldita’. No caso de São Paulo, isso é verdade. O PSDB herdou um orçamento completamente fora da realidade previsto pela gestão petista, superestimando as receitas e subestimando as despesas.

Hoje, há um déficit previsto para este ano na casa de R$ 7,5 bilhões nos cofres do município. Caso o corte de gastos do que é supérfluo e o atraso de obras não sejam adotados como tentativa de equilibrar as contas, o cenário tende a ser muito pior no futuro. Claro que a alternativa de aumento de impostos poderia resolver a situação, mas isso está descartado pelo prefeito.

Por fim, assim como todos os brasileiros permaneço no aguardo de uma retomada econômica que permita a recuperação das receitas de impostos do país, estados e municípios e a possibilidade de mais ações e obras serem feitas em prol dos cidadãos.  Só assim será atenuado o grande abismo existente entre as necessidades e as possibilidades.

Mario Covas Neto é vereador da cidade de São Paulo.

Nenhum Comentário