Seminário debate inovação dos seguros pessoais

Seminário debate inovação dos seguros pessoais

646

Entidade e players do mercado discutem o segmento, futuro e tecnologia.

Este 5 de outubro ficará para a história do setor de seguros pessoais em São Paulo e no Brasil.

Por iniciativa da SBCS – Sociedade Brasileira de Ciências do Seguro e a i2S, líder de mercado, em Portugal, de soluções de software para a indústria seguradora, foi realizado o Seminário Internacional de Inovação em Seguros Pessoais com mais de 80 participantes,  no Hotel Braston, localizado no centro da cidade paulistana.

Com café da manhã de recepção aos convidados, cinco renomados palestrantes falaram sobre as tendências no mercado e tecnologia.

Affonso Fausto, presidente SBCS, abriu o seminário contando que a entidade surgiu com o propósito de ensino, pesquisa e divulgação da cultura do seguro. “Esperamos que ao final deste ano tenhamos a inclusão dos jovens no quadro associativo”, enfatizou Fausto.

Gastão Taveira, administrador executivo da i2S ressaltou durante a sua apresentação que os seguros não são amados pela sociedade pelo motivo de que as pessoas pensam neles nos momentos de desastre, porém, tem papel fundamental na educação, promove educação financeira, estabilidade e investimento de longo prazo. Segundo o executivo, 32% dos prêmios no mundo estão no mercado europeu e três por cento na América Latina. “O que significa um alto mercado a ser explorado.”

Já o palestrante Nilton Molina, presidente do Conselho de Administração da Mongeral Aegon, com muito bom humor falou sobre o momento econômico do país. “O brasileiro está treinado para enfrentar crises. Em 30 anos enfrentou dois impeachments, crises e até cenário de inflação a 80%.”, comentou.

“Não tenho estatística oficial, porém, acredito que nem três por cento das pessoas do país são procuradas por profissionais do ramo para comprar seguros de vida. O problema é que oferecemos pouco este serviço!”, enfatizou. “Criamos o Instituto de Longevidade na Mongeral com o objetivo de discutir o futuro da população idosa que será ativa e com mais expectativa de vida. Seremos experientes, ativos, em boa forma física e capazes.”, finalizou Molina.

Na terceira palestra do dia, o público presente ouviu José de Faria Loureiro, Diretor de Tecnologia, Projetos e Novos Negócios da Icatu Seguros, falar sobre como o mercado segurador Brasileiro está se preparando para novos produtos. “Em 2050 a população idosa será nativa digital, por isso precisamos olhar para frente. É importante respeitar modelos de negócios anteriores que deram certo? Sim. Mas são as empresas de tecnologia, startups e outras que estão fazendo a diferença no mercado oferecendo soluções e inovações.”, comentou.  Loureiro destacou ainda que se as pessoas estão fortemente conectadas as redes sociais, deve-se pensar nas soluções dos seguros que precisam ser digitais daqui a 10 anos.

Paulo Padilha, Head of PreSales, e Luiz Eduardo Fraga, Head Of Sales Brasil da i2S Portugal foram os últimos palestrantes do encontro e abordaram evolução da tecnologia para os novos produtos de Seguros de Vida. Padilha reforçou em sua fala que as mudanças de comportamento do consumidor são uma realidade. “A tecnologia trouxe novas formas de pagamento e exigência de experiência na nova forma de pensar. Com o cruzamento de dados tecnológicos, as seguradoras podem programar um seguro de vida com preço, prazo e coberturas apenas vendo as atividades e comportamentos que uma pessoa tem no facebook, por exemplo.”.  “O core do futuro precisa ser moderno para funcionar rapidamente no lançamento de produtos”, enfatizou o executivo da i2S Portugal.

Já Luiz Eduardo Fraga comentou que o produto i2S Universal Life mostra soluções todos os dias com velocidade. “No cenário brasileiro acontece um momento de mudança com a regulamentação do Universal Life e estamos acompanhando tudo para ajudar as seguradoras com as nossas soluções. Queremos vender nosso sistema para seguradoras sim, mas queremos viabilizar negócios para os clientes. Se a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados,) solicita mudanças nos produtos podemos rapidamente alterar no sistema, o que antigamente levava muito tempo”, afirmou e finalizou Fraga.

Ao final do evento Affonso Fausto homenageou Gastão Taveira (administrador executivo da i2S) e encerrou com um agradecimento especial aos demais palestrantes, à imprensa especializada, à agência Pérgola e aos participantes presentes.

Reportagem: Assessoria. Foto: Divulgação.

Comentários

Nenhum Comentário