Zona Leste é a região de SP que mais cresceu nos últimos...

Zona Leste é a região de SP que mais cresceu nos últimos dez anos

Destaque da pesquisa é a região da Penha, com 726 construções nos últimos dez anos

Destaque da pesquisa é a região da Penha, com 726 construções na última década.

Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da cidade de São Paulo cresceu de 10,9 milhões de habitantes, em 2007, para 12,1 milhões, em 2017. Assim, mais de um milhão e 200 mil pessoas procuraram por uma moradia na capital paulista nos últimos dez anos.

Para atender a essa demanda, construções de residências acontecem em toda a cidade. No entanto, existem regiões da capital que concentram o interesse da população e das construtoras.

Um dos destaques é de crescimento são os bairros da Zona Leste. Embora seja vista, comumente, como um espaço à parte da capital paulista, a Zona Leste atraiu o interesse de muitas construtoras nos últimos dez anos, principalmente nos bairros localizados não regiões da Penha e de Itaquera.

Nesse período, apenas as subprefeituras da Penha e de Itaquera foram responsáveis por emitir, respectivamente, 726 e 437 alvarás de execução de edificações novas, que é o documento que libera o início das construções. Com isso, essas subprefeituras ocupam a primeira e a terceira colocação das regiões que mais emitiram alvarás na cidade.

Também merecem destaque as regiões de Pinheiros (Zona Oeste), Vila Mariana (Zona Sul) e Santana (Zona Norte). Pinheiros ocupa a segunda colocação, com 460 alvarás de execução emitidos. Enquanto Vila Mariana e Santana estão em quarto e quinto lugar, com 398 e 361 alvarás, respectivamente.

Preços médios

De acordo com os dados de preços do portal imobiliário Properati, os imóveis colocados à venda na cidade de São Paulo registraram uma queda média no valor do metro quadrado de 0,92%, no período que vai de setembro de 2013, quando o preço era de R$ 8.087, a setembro deste ano, que registrou valor médio de R$ 8.012.

A leve queda em quatro anos indica uma estagnação nos preços na cidade. Porém, avaliando a região da Penha, onde houve o maior número de novas construções, nota-se uma queda significativa nos valores.

Em setembro de 2013, o preço médio do metro quadrado no bairro da Penha era de R$ 4.856, enquanto, em setembro deste ano, o valor calculado foi de R$ 4.733. Isso significa uma queda de 2,53%. Dessa maneira, a região se torna uma boa opção para quem busca por imóveis. O bairro apresenta um elevado número de propriedades novas e com preço abaixo da média.

Reportagem: Da redação. Foto: Divulgação.

Nenhum Comentário